vSphere 6.5 é anunciado na VMworld Barcelona!

Padrão

Depois de muitas especulações, e até um suposto vazamento na VMWorld 2015, o vSphere 6.5 foi finalmente anunciado. Depois de quase 2 anos após o lançamento do vSphere 6, a VMware decidiu ouvir a comunidade e trouxe várias melhorias esperadas por todo mundo.

Sem mais delongas, vamos às novidades:

Você deve se lembrar de como o deploy do VCSA era dependente da instalação do Client Integration Plugin. Durante os últimos anos a VMware vem tirando sua dependência do Windows e a partir de agora você poderá fazer o deploy do VCSA através de máquinas Windows, Linux ou Mac.

Também houveram melhorias significativas no wizard de configuração. A interface está mais limpa e funcional. As validações estão mais eficientes e caso ocorra algum problema, você não precisa mais recomeçar o deploy do zero.

vcsa_65_installer

A opção de Migrate se trata basicamente de migrar seu ambiente vCenter 5.5 e 6.0 para o VCSA 6.5. O interessante é que essa feature de fato migra toda a identidade do vCenter antigo para o novo, isso inclui UUID, IP, FQDN, Update Manager e até mesmo os certificados.

A opção de Restore é interessantíssima. Ela permite que em caso de problemas no boot do vCenter ou VCSA, você consiga restaurar o backup da máquina para um nível funcional com a mesma identidade e configuração em apenas alguns minutos.

Outras features exclusivas do VCSA 6.5:

  • Native High Availability: falar de alta disponibilidade do vCenter sempre foi um pouco… complicado. Nessa nova versão, a VMware apresentou um sistema de failover cluster. É uma configuração ativa/passiva com um witness passivo. A VMware focou na praticidade e facilidade na configuração do cluster.

  • VMware Update Manager: enquanto tudo estava convergindo para ser embarcado no VCSA, ainda era necessário uma máquina Windows exclusiva para o VUM. A boa notícia é que essa dependência acabou e a partir da versão 6.5 o VUM está completamente integrado ao VCSA. Quando um vCenter é migrado para se tornar um VCSA, o VUM é importado ao appliance e toda a configuração é mantida.
  • Virtual Appliance Management Interface: a interface de gerenciamento do VCSA, mais conhecida como VAMI, sofreu melhorias significativas. Será possível, além de gerenciar o appliance, visualizar em tempo real estatísticas de CPU, memória, e a saúde do database.

vcsa_65_vami

  • Backup/Restore nativo: diga adeus às soluções de terceiro. Agora, através do próprio VAMI, será possível fazer backup e restore do VCSA. O processo é suportado para ambas arquiteturas de deploy, com PSC integrado ou externo.

O Brian Graf, engenheiro da VMware, postou em seu blog inúmeras outras novidades do vSphere 6.5, confere lá.

Há boatos de que houve uma pressão muito grande para lançar o vSphere 6.5 ainda nesse ano e que essa versão ainda está muito crua. Portanto, ainda há de se esperar muito para que seja oficialmente lançada.

Apesar das novidades e features excelentes, só cogitarei atualizar meu ambiente a partir do U2.

Até mais!

Meu nome é Pedro Calixto e sou apaixonado por tecnologia. O intuito desse blog é compartilhar um pouco do meu conhecimento/experiência, com uma linguagem fácil e acessível para todo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *