O que é DevOps?

Padrão

Toda vez que um novo termo surge no mundo de TI, geram-se muitas dúvidas. Podemos tomar exemplos como cloud computingInternet of Things, Big Data que surgiram durante os últimos anos e deixaram um rastro de questionamentos por onde passaram. Hoje vamos falar sobre DevOps. Vejo muita gente falar sobre isso, mas percebo que as pessoas não entendem de fato o que significa e o que é preciso ser feito para botar em prática. Um das filosofias que eu levo ao escrever um post, é sempre usar uma linguagem fácil e acessível a todo mundo, mesmo para quem não é da área de TI. Por isso, para você que já trabalha na área, spoiler alert:

Imagem relacionada

Uma das características mais importantes do mundo atual, é que o acesso à informação nunca esteve tão rápido e tão fácil. Estamos passando por um processo de transformação digital, em que a tecnologia tende a ser aplicada à todos os aspectos de nossas vidas. Quem imaginaria, por exemplo, que os smartphones transformariam nosso dia-a-dia?

Resultado de imagem para life before smartphones

O fato é: estamos consumindo cada vez mais informação. E o mercado vem se transformando para atender às novas necessidades do mundo moderno. Vamos tomar como exemplo o e-commerce. Em 2018, pesquisas projetam que o e-commerce brasileiro terá faturamento de quase 80 bilhões de reais.

Agora tente imaginar na quantidade de pessoas que, diariamente, fazem compras pela internet. Pense um pouco na infraestrutura necessária para suportar milhares e milhares de pessoas fazendo transações online simultaneamente. Já parou para imaginar em toda a logística necessária para controlar a entrega dessas mercadorias? Os negócios se tornaram cada vez mais complexos.

Ainda bem que tudo isso pode ser resolvido com tecnologia, correto?

No cenário atual, a tecnologia tem um papel fundamental nas empresas. Seja para buscar vantagem competitiva, dar celeridade à processos, proteger o negócio ou para cumprir com questões de compliance (lei Sarbanes-Oxley por exemplo). Na prática, o que a TI tem feito para acompanhar o processo de transformação digital?

Em uma empresa típica, por razões históricas, a área de infraestrutura (ou operação) é separada da área de desenvolvimento. As duas áreas possuem objetivos distintos e às vezes até budgets distintos.

A realidade dessas duas equipes é diferente e por isso, seguem rotinas diferentes. Enquanto a equipe de desenvolvimento é responsável por gerar valor para o negócio, a equipe de infraestrutura precisa sustentar e proteger esse valor gerado.

E para atender à demanda crescente, a equipe de desenvolvimento precisa produzir cada vez mais, enquanto a operação precisa encontrar meios para suportar essa carga de trabalho quase que infinita. Os desenvolvedores precisam de recursos para administrar o ciclo de vida contínuo de um software, enquanto a operação precisa prover esses recursos. Esse modelo de interação entre desenvolvimento e infraestrutura mostrou-se ineficiente pois as duas áreas nunca estiveram, de fato, trabalhando para os mesmos objetivos.

Foi aí que, nos últimos anos, surgiu um movimento de pessoas que decidiram que esse cenário precisa ser mudado. É tempo de parar de perder dinheiro, tempo e esforço com um processo ineficiente. É tempo de unir forças e derrubar a chamada wall of confusion, termo utilizado para demonstrar a barreira existente entre desenvolvimento e infraestrutura.

Foi aí que surgiu o nome DevOps.

Resultado de imagem para devops love

Existe muito misticismo e mistério em torno do nome DevOps. O que é normal para quem trabalha com TI. Nessa área, queremos sempre relacionar, instantaneamente, um nome à algo tangível. Característica normal de quem é de exatas. Apesar de existirem ferramentas que implementam o conceito de DevOps, o termo DevOps em si não é algo tangível

DevOps nada mais é que uma filosofia. É um movimento que não especifica nenhuma tecnologia ou ferramenta. Ironicamente, o DevOps veio para transformar o que máquinas e softwares não são capazes de transformar: pessoas, processos e cultura.

Você pode achar diferentes interpretações e definições por aí, mas no fim das contas, tudo se resume à: quebrar a barreira e reduzir a distância entre time de desenvolvimento e time de infraestrutura para trabalharem juntos e produzirem de forma mais rápida e eficiente.

Eu poderia falar aqui sobre várias tecnologias que estão relacionadas ao conceito de DevOps: cloud computing, continuous integration, containers, infrastructure as a codemicroservices architecture, gerenciamento de configuração, soluções de orquestração e automação de infraestrutura.

Porém, infelizmente, o caminho para DevOps precisa passar por uma transformação que começa muito antes de chegar às máquinas.

Boa sorte nessa caminhada 🙂

3 comentários sobre “O que é DevOps?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *